Após duas semanas, sobreviventes de acidente aéreo seguem em estado grave no Hugol

O piloto Cristiano Felipe Rocha Reis e o empresário Robson Alves Cintra estão na UTI e respiram com a ajuda de aparelhos

Foto: Divulgação/PC

Passadas duas semanas, o piloto Cristiano Felipe Rocha Reis e o empresário Robson Alves Cintra, dois goianos sobreviventes a um acidente aéreo no Pará, seguem internados em estado grave no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

De acordo com o último boletim médico, os dois estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedados e respirando com ajuda de aparelhos.

O acidente que aconteceu no último dia 27 deixou três pessoas mortas, entra elas uma criança.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.