Após desvio de dinheiro, papa nomeia novo administrador apostólico em Formosa

Escolhido do Vaticano, Dom Paulo Mendes Peixoto é arcebispo de Uberaba, Minas Gerais, e assume lugar de bispo preso na Operação Caifás

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (21/3) Dom Paulo Mendes Peixoto, arcebispo de Uberaba, para assumir o lugar do bispo de Formosa preso na Operação Caifás do Ministério Público de Goiás.

Dom Paulo Mendes passa a ser o novo administrador apostólico da Diocese de Formosa, envolvida em escândalo de desvio de dinheiro que resultou na prisão de nove pessoas, entre elas o bispo José Ronaldo Ribeiro e padres locais.

Os recursos eram provenientes de dízimos, de doações, de taxas como batismo, casamento, dentre outras, e de arrecadações festivas de dinheiro de fiéis.

Em nota oficial emitida nesta terça-feira (20), a regional Centro-Oeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) saiu em defesa do bispo preso. “Pedimos a Deus especialmente neste dia de São José, que ele seja providencial no caminho da verdade que buscamos seguir”, diz trecho do documento.

Deixe um comentário