Após desvio de dinheiro, papa nomeia novo administrador apostólico em Formosa

Escolhido do Vaticano, Dom Paulo Mendes Peixoto é arcebispo de Uberaba, Minas Gerais, e assume lugar de bispo preso na Operação Caifás

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (21/3) Dom Paulo Mendes Peixoto, arcebispo de Uberaba, para assumir o lugar do bispo de Formosa preso na Operação Caifás do Ministério Público de Goiás.

Dom Paulo Mendes passa a ser o novo administrador apostólico da Diocese de Formosa, envolvida em escândalo de desvio de dinheiro que resultou na prisão de nove pessoas, entre elas o bispo José Ronaldo Ribeiro e padres locais.

Os recursos eram provenientes de dízimos, de doações, de taxas como batismo, casamento, dentre outras, e de arrecadações festivas de dinheiro de fiéis.

Em nota oficial emitida nesta terça-feira (20), a regional Centro-Oeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) saiu em defesa do bispo preso. “Pedimos a Deus especialmente neste dia de São José, que ele seja providencial no caminho da verdade que buscamos seguir”, diz trecho do documento.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.