Após desistência, Aneel proíbe Furnas de participar de leilões

Subsidiária da Eletrobrás tem quase 70% de projetos revogados ou em processo de revogação

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) proibiu, nesta terça-feira (24/7), Furnas de participar de leilões promovidos pela agência. A maior subsidiária da Eletrobrás sofreu a punição depois de atrasos na entrega de usinas eólicas.

Os projetos em atraso tiveram as autorizações revogadas pela Aneel, com aplicação de multa. De acordo com um levantamento da Aneel, Furnas deveria ter colocado em operação 56 empreendimentos de geração nos últimos dez anos, no entanto apenas 23% deles realmente entraram em funcionamento. Cerca de 9% estão atrasados, enquanto quase 70% foram revogados ou estão em processo de revogação.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.