Após desabamento de caixa d’água em Senador Canedo, novo reservatório será construído e casas atingidas serão assistidas

Novo reservatório terá capacidade para 1,5 milhão de litros de água, mas será 20% mais baixo que o antigo, com 5,5 metros de altura; casa que ficou completamente destruída será reconstruída e as outras terão a assistência necessária

Caixa d’água de 25 metros de altura que desabou em Senador Canedo, no último domingo | Foto: Reprodução

Equipes da Agência de Saneamento de Senador Canedo (Sanesc) finalizam limpeza de caixa d’água que desabou em cima de pelo menos quatro casas no município da Região Metropolitana de Goiânia, no último domingo, 11. No local, será construído um novo reservatório de 1,5 milhão de litros de água e 5,5 metros de altura, 20% mais baixo que o reservatório antigo, que ficava a aproximadamente 25 metros do chão.

A área foi liberada pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica (PTC) no mesmo dia do acidente para o início do desmonte. Após a limpeza do local, a Sanesc informou ainda restar alguns entulhos que precisam ser retirados. De acordo com o presidente da Sanesc, Cainã Teodoro, o projeto do novo reservatório já estava em sua fase final de concepção, mas será adiantado.

O novo reservatório consistirá em uma expansão do sistema sul, que contará com sistema de bombeamento compacto (booster) para alimentar as partes mais altas da região. O presidente ainda adianta que as obras devem ser iniciadas pelos próximos 15 ou 20 dias, com um prazo de 90 dias para sua finalização.

“Assim que findarmos o projeto vamos levar ao conhecimento do CREA-GO (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de Goiás) e executar com esse termo de ajuste de conduta intermediado pelo Ministério Público. Acredito que vamos findar o projeto na próxima semana, além de fechar o contrato da empresa que deve executar e fazer a aquisição de materiais. Obras mesmo só daqui uns 15, 20 dias, já que até chegar os materiais e podermos executar o reservatório demora um pouquinho”, explica Cainã.

As obras a serem realizadas nas casas atingidas pela caixa d’água serão custeadas pela Prefeitura. “Em uma, vai ser feita uma nova casa e as demais, onde teve algum abalo na estrutura ou alguma reforma será necessária, vamos dar assistência”, explicou o presidente da Sanesc.

Com o desabamento, um jovem de 18 anos chegou a ficar em estado grave, após o reservatório atingir sua casa enquanto ele dormia. Yuri Louredo Giuliani permaneceu internado no Hugol por quatro dias, mas já recebeu alta da instituição. A casa do jovem foi totalmente destruída com o incidente e será reconstruída com assistência da Prefeitura. O projeto da nova casa já está em andamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.