Após depoimento de promotor, entrega do relatório da CEI da Saúde será antecipada

Material com denúncias contra a Secretaria Municipal de Saúde deverá ser entregue até o dia 14, uma semana antes do prazo estabelecido

O vereador Elias Vaz (PSB) | Foto: Reprodução

Depois de ouvir o promotor de Justiça e ex-titular do Centro de Apoio Operacional da Saúde, Érico de Pina Cabral nesta sexta-feira (4/5), o vereador Eliaz Vaz (PSB), integrante da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga os problemas relacionados a Saúde, está confiante. O parlamentar disse que as falas do promotor trouxeram ainda mais consistência para as denúncias contra a Saúde do município.

“O depoimento do promotor [Érico] foi de muita valia, pois evidentemente ele é um profissional que tem extremo conhecimento da área”, afirma Elias.

Ainda de acordo com o vereador, o relatório da CEI com denúncias contra a Secretaria Municipal de Saúde e com os casos apurados deve ser entregue no dia 14 de maio, uma semana antes do prazo estabelecido.

Elias reforçou que o material vai apontar uma série de encaminhamentos, cada um de acordo com o órgão responsável por tomar as providências legais, como acusações ou ações civis públicas.

Última Reunião

Na reunião da sexta-feira (4) Érico afirmou que a saúde municipal é caso de improbidade administrativa. “Estão fazendo uma má gestão desses recursos. Não paga os prestadores em dia, eles estão desde o ano passado sem receber e com isso não oferecem as vagas e quem paga é a população pobre e doente de Goiás”, declarou.

Outra reunião da comissão ficou agendada para a próxima segunda-feira (7/5), onde serão convocados o diretor do Hospital Alberto Rassi (HGG) e também o procurador do MPGO junto ao Tribunal de Contas do Estado, Fernando dos Santos Carneiro.

O Jornal Opção entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mas até a publicação desta matéria não obtivemos retorno.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.