Após Bolsonaro anunciar pagamento de auxílio de US$ 1 mil, mulher busca receber diferença na Justiça

Além do pagamento da diferença entre o que foi recebido pela desempregada e o que foi anunciado pelo presidente, a defesa da mulher pleiteia o recebimento de dano moral no valor de R$ 9.420,00

Auxílio emergencial | Foto Reprodução /Ministério da Cidadania

Após o presidente Jair Bolsonaro ter declarado, em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU), que o governo brasileiro pagou cerca de US$ 1.000 a cada brasileiro durante a pandemia — o que corresponde a um montante equivalente a R$ 5.540 — uma desempregada resolveu acionar a Justiça para revindicar da União a diferença entre o valor mencionado pelo presidente e o valor que, de fato, foi recebido por ela.

Segundo a desempregada, que mora em Santa Teresa, o valor recebido por ela foi de cinco parcelas de R$ 600,00, ou seja, R$ 3.000,00. A advogada da mulher disse que argumentou que a ação busca reparação de cunho pedagógico.

“O presidente está como chege de Estado perante a Assembleia da ONU e é necessário responsabilidade no discurso. A gente busca reparação de cunho pedagógico para que nossos líderes entendam que existe materialização da fala”, argumentou a jurista em entrevista à UOL.

Além do pagamento da diferença entre o que foi recebido pela desempregada e o que foi anunciado pelo presidente, a defesa da mulher pleiteia o recebimento de dano moral no valor de R$ 9.420,00.

Ainda de acordo com informações divulgadas pela UOL, a defesa ingressou com o processo na última quinta-feira, 24. Um dia depois, a juíza federal substituta, Angelina de Siqueira intimou a União a prestar informações.”A decisão da Justiça sinaliza que não estamos delirando e que existe fundamento legal na ação”, pontuou a defesa.

Bolsonaro chegou a comentar a afirmação durante uma live nas redes sociais. Segundo o presidente, o cálculo foi feito com base no volume pago e a quantidade de brasileiros que receberam o auxílio.

“Eu disse que o total do auxílio emergencial era próximo de US$ 1.000. Na verdade dá US$ 960, mas foi suficiente para baterem em mim. Dos R$ 65 milhões que receberam de R$ 600,00 tínhamos ali 12 milhões de senhoras com filhos, essas receberam o dobro, o que eleva a média”, pontuou o presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.