Após atrito na Câmara, vereadores entram com ação, um contra o outro, no Conselho de Ética

Eles alegam quebra de decoro parlamentar por parte do outro

Foto: Reprodução

Nesta semana, a Câmara Municipal de Goiânia foi palco para uma discussão entre a vereadora Dra. Cristina (PSDB) e Felisberto Tavares (PR), que acabaram levando o caso para o Conselho de Ética da Casa. Ambos alegam quebra de decoro parlamentar por parte do outro.

A discussão ocorreu na última terça-feira (23/10), quando a plenária discutia a autoria de requerimentos para obras e benefícios para a região Leste de Goiânia. Quando os ânimos se exaltaram entre os parlamentares.

À Câmara Municipal, a vereadora disse que “as ações do representado revelam a afronta clara e objetiva incompatível com o comportamento esperado de um parlamentar”. Na petição, Felisberto alegou que Cristina agiu de “forma brutal e totalmente desequilibrada”. O texto ainda afirma que a vereadora “tentou verbalmente contra a honra dele, com ofensas morais”.

O Conselho de Ética recebeu as representações na quinta-feira (25/10). O presidente do Conselho, vereador Anselmo Pereira (PSDB), vai realizar reunião entre seus membros para deliberar se instaura ou não processo disciplinar para apuração se ocorreu falta de ética e quebra de decoro por partes dos vereadores.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.