Uma missão comercial conjunta para a Índia já está acerta

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), Marcelo Baiocchi, fez da agenda internacional uma das prioridades de seu novo quadriênio (2022-2026) à frente da entidade. Nas últimas semanas, a unidade de comércio exterior criada pelo dirigente classista, batizada de Fecomex, engrenou e começou a dar resultados.

A criação da Fecomex é resultado de costura técnica e política. De um lado, estava a necessidade de, no pós-pandemia, promover as relações bilaterais de Goiás com os diferentes países como condição indispensável para a retomada do crescimento sustentado. De outro, o cuidado para não competir com competências do governo estadual.

Deu certo. A reunião bilateral promovida na última sexta-feira, 24, pela Fecomércio com o embaixador da Índia, Suresh Reddy, teve as participações da presidente de honra da Organização das Voluntárias e Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado, e do secretário de Estado de Indústria e Comércio, Adriano Rocha Lima. No encontro, foi acertada uma missão comercial conjunta para o país asiático, em data a ser definida.