Após alfinetada, PMDB quer críticas públicas a Haddad

Cúpula se ofendeu com declarações do petista que questionam a ética do partido e agora exige que Gabriel Chalita, cotado para ser vice, externe insatisfação

| Foto: Reprodução Facebook

Haddad causou revolta no PMDB ao alfinetar Marta Suplicy (PMDB) dizendo que é mais fácil mudar de partido, já que “tem partidos tão mais éticos, como o PMDB, por exemplo” | Foto: Reprodução Facebook

A cúpula do PMDB em São Paulo não está nada feliz com as recentes declarações do prefeito Fernando Haddad (PT) sobre o partido. Em palestra na semana passada para estudantes da Universidade de São Paulo, Haddad criticou Marta Suplicy (PMDB) dizendo, ironicamente, que é “tão mais fácil” mudar de partido, já que “tem partidos tão mais éticos, como o PMDB, por exemplo”.

A alfinetada não passou desapercebida pelos peemedebistas, que agora exigem que Gabriel Chalita, cotado para disputar as eleições como vice de Haddad, critique publicamente o petista. A informação é da coluna Painel, da Folha de São Paulo.

Anteriormente, Haddad já havia causado um mal-estar entre os dois partidos quando declarou que o PMDB não estava cumprindo um acordo que fez o com o PT para as eleições de 2016. Após a fala, o prefeito chegou a se encontrar com o presidente nacional do PMDB, Michel Temer, para apaziguar os ânimos.

Deixe um comentário