Após advertência no Twitter, Trump ameaça “fechar” redes sociais

Duas postagens do presidente foram classificadas como enganosas ou possíveis disseminadoras de informações não verificadas

Foto: Reprodução.

Nesta quarta-feira, 27, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou “regulamentar fortemente” ou “fechar” as redes sociais. A declaração aconteceu após o Twitter classificar duas de suas postagens como “enganosas” e possíveis disseminadoras de informações não verificadas.

“Os republicanos acham que as plataformas de mídia social silenciam completamente as vozes conservadoras. Vamos regulá-las fortemente, ou vamos fechá-las, em vez de permitir que algo assim aconteça”, tuitou o presidente.

No tuítes vetados o presidente dizia que o voto pelos correios levaria a uma eleição fraudulenta. “Não há como o voto pelos correios ser outra coisa diferente de algo substancialmente fraudulento”, postou. Abaixo das publicações, o Twitter colocou um link que diz: “Obtenha informações sobre a votação pelos correios”.

Segundo a Agence France-Presse (AFP), um porta-voz da Casa Branca afirmou, sem entrar em detalhes, que Trump assinará nesta quinta-feira, 28, um decreto de “redes sociais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.