Após 88 dias internado por politraumatismo, paciente pede namorada em casamento ao deixar hospital

Samuel Kesley Nunes sofreu acidente de moto e fez o ato assim que teve alta do Hospital Estadual de Urgências (Hugo)

Sara e Samuel, logo após o aceite do pedido de casamento | Foto: Divulgação

Foram 88 dias de internação no Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) após um acidente de motocicleta que lhe causou politraumatismo. Assim que teve a esperada alta, Samuel Kesley Borges Nunes, de 30 anos, morador de Goiânia, fez uma surpresa para a namorada, Sara Caroline de Oliveira Silva, de 23 anos.

No momento em que era levado à ambulância que o transportaria para casa, ele surpreendeu a moça, pedindo-a em casamento. Tirou as alianças do bolso e se declarou à amada. Emocionada, a namorada aceitou o pedido. A moça contou que eles estão juntos há quatro anos, inclusive dividindo a mesma casa. Samuel tem dois filhos de antes do relacionamento com Sara: Ryan Kesley, de 11 anos, e Sarah, de 6.

Do relacionamento de Sara e Samuel nasceram Lucca Samuel, que tem 2 anos, e Maryáh Kelly, que completou 1 ano de idade nesta sexta-feira, 26. “Os dois mais velhos são só dele, mas tem aquele ditado: ‘Mãe é quem cria’. Então, são meus também”, afirma a jovem, que deixou de ser namorada e se tornou noiva no Hugo, no momento da alta do amado, nesta semana.

A emoção do casal na hora do pedido de casamento, que emocionou aos profissionais da equipe de saúde do Hugo e a outros pacientes que acompanharam o momento, substituiu dias de tensão e preocupação. Samuel passou por diversos procedimentos até chegar a quarta-feira, 24, dia da alta médica. “Hoje meu dia se resume em uma só palavra: gratidão. Primeiro a Deus. Em seguida à equipe do 2° andar por ajudar meu noivo a fazer essa surpresa para mim. Hoje é um dos dias mais felizes da minha vida. Mais um sonho realizado”, disse Sara.

Sara não conseguiu esconder a felicidade, mesmo horas depois de se tornar noiva. “Só Deus sabe a felicidade que estou sentindo. Eu nunca pensei que ele me pediria em casamento”, descreveu a emoção a noite de Samuel. Ela fez questão de agradecer o trabalho “impecável” da equipe que cuidou do noivo nos 88 dias em que ele ficou internado no Hugo, desde a entrada na unidade em 28 de agosto.

“Estas pessoas são realmente profissionais incríveis que merecem todo o nosso respeito. São os enfermeiros que estão lá cuidando, os técnicos, os profissionais da limpeza. Além de cuidar do meu noivo, elas cuidavam de mim também, dando o afeto necessário nos meus momentos mais difíceis. Nós devemos muito a vocês e agradecemos por tudo que fizeram por nós. De coração. Parabéns por esta profissão difícil e muito honrada! E foi uma honra poder dividir meu noivado com vocês.”

Lembrancinha
O agradecimento de Samuel e Sara à equipe do 2° andar do Hugo foi simbolizado por um bilhete, que foi entregue acompanhado de uma balinha. Os profissionais que cuidaram do paciente ganharam a lembrancinha, que trazia a seguinte mensagem: “Gratidão é reconhecer que a vida é um presente de Deus. Senhor meu Deus, obrigado por iluminar o meu caminho e me abençoar com pessoas tão maravilhosas. Darei graças ao Senhor para sempre. Obrigado, Pai, pelas oportunidades de testemunhar o amor que tens por mim”.

Uma resposta para “Após 88 dias internado por politraumatismo, paciente pede namorada em casamento ao deixar hospital”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.