Após 60 dias, greve da UFG chega ao fim

Categoria esteve reunida em assembleia geral na tarde desta terça-feira. Aulas devem retornar na próxima segunda-feira (5/10)

Assembleia foi realizada na tarde desta terça-feira, 29 | Foto: Giselma Ribeiro de Souza

Assembleia foi realizada na tarde desta terça-feira, 29 | Foto: Giselma Ribeiro de Souza

Paralisados desde o início de agosto, os professores da Universidade Federal de Goiás (UFG) definiram na tarde desta terça-feira (29/9) pelo fim da greve. A categoria esteve reunida em assembleia geral no Centro de Cultura e Eventos Professor Ricardo Freua Bufáiçal, no Campus Samambaia. A expectativa é que as aulas retornem na próxima segunda-feira, 5 de outubro.

A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Goiás (Adufg) já havia sinalizado para o fim da paralisação na segunda-feira (28). Em nota, o sindicato afirmou que acredita que o movimento cumpriu seus objetivos até onde foi possível.

“Infelizmente, ao contrário das negociações de 2012 quando obtivemos um excelente acordo, agora enfrentamos um governo fragilizado e diante de um enorme déficit orçamentário”, explica a associação no comunicado.

Na nota, a Adufg informou que a categoria conseguiu a aceitação da proposta de dois anos para pagamento de reajuste, além de outros benefícios. “Obtivemos compromissos da revisão de distorções da carreira que, se cumpridos, representarão um acréscimo às vantagens minorando o prejuízo que estamos tendo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.