Após 13 anos, polícia encontra novo suspeito para desaparecimento de Madeleine McCann

Prisioneiro alemão estava na mesma área em que menina foi vista pela última vez em 2007

Madeleine McCann está desaparecida desde 2007, quando tinha três anos. Foto: Arquivo pessoal da família McCann.

No dia 3 de maio de 2007, Madeleine McCann, com apenas 3 anos, foi dada como desaparecida na vila da Luz, em Portugal, e, apesar da grande repercussão, o caso nunca foi resolvido. Após treze anos dede o desaparecimento, a equipe de investigação da Scotland Yard encontrou um novo suspeito. Se trata de um prisioneiro alemão estava na mesma área onde Madeleine foi vista pela última vez.

De acordo com relatos dos pais, a garota britânica estava sozinha no apartamento alugado durante as férias e teria saído do local por conta própria. O homem, que na época tinha 30 anos e não teve a identidade revelada, estava mesma praia que a família e recebeu um telefonema que a polícia considera que pode ser a chave para o caso.

Além disso, o suspeito ficou das 19h22 às 20h20 conversando com alguém e transferiu seu carro para o nome de outra pessoa no dia seguinte ao desaparecimento de Madeleine. “Essa pessoa é uma testemunha essencial e pedimos que entre em contato”, apelou o detetive Cranwell, que lidera a investigação.

Os detetives não deram mais detalhes, apenas afirmaram que o homem está preso por assunto não relacionado” e tem registros de condenações anteriores.

A polícia ainda caracteriza o caso de Madeleine como “desaparecimento”, já que não existe qualquer evidência da morte da menina.

Repercussão

Os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, são dois famosos e influentes médicos e chegaram a ser considerados suspeitos pelo desaparecimento da menina, sobretudo pela inconsistência nos depoimentos. O caso ganhou grande repercussão na mídia e em 2019 chegou a virar um documentário na plataforma de streaming Netflix.

Até hoje o paradeiro da criança é desconhecido. No último natal, os pais de Madeleine compartilharam uma mensagem na página Find Madeleine no Facebook. “Nada mudou. Continuamos a amar a Maddie, sentimos a sua falta e vamos manter a esperança de sempre. A busca por ela continua com um compromisso inabalável. Obrigado a todos pelo apoio e compaixão.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.