Apesar de tendência de queda nas vendas, lojistas estão otimistas com Dia dos Pais

Para 30% dos comerciantes, crescimento nas vendas deve ser de 10% a 50% em data comemorativa

Foto: Reprodução

De acordo com levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas do Estado de Goiás (CDL), os comerciantes estão otimistas em relação às vendas de Dia dos Pais neste ano. Para 30% deles, o faturamento deve crescer de 1% a 10% nesse período. Também outros 30% acreditam num crescimento de 10% a 50% nas vendas até o próximo domingo. Foram entrevistadas 17 associações comerciais e industriais de todo território goiano.

Dina Marta Correia, superintendente executiva da CDL Goiânia, explica que, este ano, a data comemorativa será bastante atípica. “A pandemia mudou o comportamento no processo de consumo e isso fica bem mais evidente em datas comemorativas, quando temos maior concentração de vendas. A pesquisa aponta uma queda no valor de vendas em nove pontos percentuais. O que é muito ruim se comparado com o ano de 2019, mas muito positivo se comparado com as datas comemorativas do primeiro semestre, como Dia das Mães e Páscoa, quando a maioria dos comércios estavam com as portas fechadas e os índices de queda bem maiores”, explica.

Orçamento mais apertado

Mesmo com a crise econômica decorrente da pandemia, pesquisa divulgada pela CDL e realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que 58% dos brasileiros querem presentar os pais nesse ano. Ou seja, 91,2 milhões de consumidores que irão movimentar cerca de R$17,9 bilhões na economia. Destes, 34% pretendem gastar menos no presente deste ano. A razão para isso, em 45% dos consumidores dessa parcela, é para economizar, 39% porque estão com orçamento apertado, 34% por conta do cenário econômico incerto, enquanto 30% afirmam ter tido redução na renda.

“A pesquisa mostra também que o consumidor está bem mais cauteloso na hora de ir às compras, tanto no que diz respeito ao controle de seu orçamento e também o cuidado com a saúde, evitando aglomerações e realizando suas compras com antecedência. Outro dado importante e que deve estar no radar dos empresários é que 70% dos consumidores pretendem pesquisar preços antes de fazer suas compras, seja pela internet ou lojas físicas. Portanto, é extremamente importante estarem atento às promoções e à qualidade do atendimento aos seus atuais e novos clientes”, afirma Dina.

Internet

Enquanto na pesquisa estadual 65% dos consumidores pretendem ir às lojas físicas para realizar a compra do presente, na pesquisa nacional aponta uma preferência pela internet como local favorito para realizar as compras. Para 30% dos brasileiros, o consumo de Dia dos Pais será pela internet. Já 24% disse que irão aos shoppings centers e 16% em lojas de departamento.

Entre os que afirmaram que comprarão pela internet, 79% realizarão compras por sites, 58% por meio de aplicativos e 19% pelo Instagram. 79% disseram que irão pesquisar preços antes de efetuar a compra, independente de ser pela internet ou loja física.

“Tendo em vista esse novo modelo de consumo, a CDL Goiás orienta os consumidores de Goiânia a tomarem todos os cuidados na hora de realizarem suas compras pela internet para não terem surpresas desagradáveis, assim como orienta e dá apoio aos empresários, principalmente ajudando-os a adaptarem seus negócios às diversas plataformas digitais”, alertou a superintendente.

Expectativas de outros representantes

Outros representantes do setor também demonstram confiança em uma alavancada nas vendas para este final de semana. Para Eduardo Gomes, presidente do Sindicato do Comércio Varejista no Estado de Goiás (Sindilojas-GO), a data será uma grande oportunidade dos filhos darem fluxo de vendas ao mercado e agradar o pai.

“Os filhos com certeza darão um pouco de alegria aos seus pais comprando e promovendo vendas no mercado, porque estamos realmente precisando de vender. O mercado precisa fluir e recuperar sua economia”, manifestou.

“A expectativa é que seja um momento melhor para o comércio. É a primeira data comemorativa desde que passamos aí 120 dias fechados. Então a expectativa é muito positiva. Estamos esperando melhora nas vendas depois que reabrimos, mesmo que seja menor que o ano passado, porque deve ser, temos expectativa de melhorar a média das vendas que tem sido ainda baixas”, avaliou o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), Marcelo Baiocchi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.