Apesar de possível federação com MDB, Bruno Peixoto mantém intenção de filiar ao União Brasil

Consolidação da sua filiação ao partido de Caiado deve se confirmar entre março e abril, quando estará aberta a janela partidária

Mesmo com a possibilidade de o MDB e União Brasil caminharem juntos em uma federação partidária, o líder do Governo na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Bruno Peixoto (MDB), deve deixar a sigla emedebista rumo ao mesmo partido do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) durante o período da janela partidária ainda este semestre. A situação independe da indicação do presidente do MDB, Daniel Vilela, para a vice-governadoria ou até mesmo de uma federação entre as duas siglas.  

O político foi eleito pelo MDB nas eleições de 2018 e, desde 2019, atua como líder do governo no Legislativo. Desde então tem-se cogitado a hipótese de que Bruno Peixoto poderia deixar o MDB rumo ao Democratas e, posteriormente, ao União Brasil. “Vamos caminhar juntamente com o governador Ronaldo Caiado, apoiando na reeleição e no mesmo partido”, acrescentou o então emedebista. A consolidação da sua filiação ao partido de Caiado deve se confirmar entre março e abril, quando estará aberta a janela partidária para os políticos do Legislativo estadual e federal que estão em mandato.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.