Apesar de novas regras eleitorais, MDB é cobiçado por vereadores

Expectativa é de que o partido ocupe de 6 a 7 cadeiras na Câmara Municipal de Goiânia com chapa composta por vereadores iristas e secretários municipais

Foto: Reprodução

A chapa do MDB começa a tomar forma para as eleições deste ano. Com nomes de peso como Clécio Alves, Andrey Azeredo e Wellington Peixoto, e a possibilidade de candidaturas de secretários como Mizair lemes Jr. e Henrique Alves, a sigla filia nesta quarta-feira, 18, os vereadores Kleybe Morais e Anselmo Pereira.

Outras candidaturas também podem ser concretizadas na próxima semana, a exemplo do vereador Gustavo Cruvinel, que tem conversas adiantadas com a sigla. Apesar de muitos nomes com expressão, o MDB ainda é cobiçado pelos vereadores pelo fato de os pequenos partidos “recusarem” políticos com mandato nestas eleições.

Estima-se que o ponto de corte para as eleições 2020 em Goiânia gire entre 16 e 17 mil votos, já a expectativa dos emedebistas é que o partido alcance a casa dos 100 mil votos, fazendo  seis ou sete cadeiras na Câmara.

Com as novas filiações, a disputa dentro do partido do prefeito de Goiânia, Iris Rezende, afunila-se cada vez mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.