Apesar da crise, Petrobrás aumenta pagamento de dividendos para União

Participação da companhia na arrecadação total do conjunto de empresas públicas vai saltar de 6,3% para 27%

Foto: Reprodução.

Diferente de outras estatais, a Petrobrás vai remunerar mais o governo federal neste ano de crise em comparação ao ano de 2019. De acordo com o Tesouro Nacional, o seu acionista controlador receberá o pagamento de R$ 1,6 bilhão em dividendos, o que significa que a participação da companhia na arrecadação total do conjunto de empresas públicas vai saltar de 6,3% para 27%.

No ano passado, a estatal do petróleo repassou R$ 1,3 bilhão. Houve, portanto, uma alta de 23% desde então. As informação são do Estadão/Broadcast.

Especialistas analisam que, diante da queda abrupta da cotação do petróleo no início do ano e da crise causada pela pandemia de Covid-19, a empresa teria justificativa legal para suspender a distribuição dos dividendos, mas decidiu ir na contramão.

“Petróleo e gás é uma indústria madura, e nestes casos, os investidores esperam um maior volume de proventos. Isso deve ser uma ideia da administração, e uma demanda dos grandes investidores. Pagar dividendos é uma das melhores formas de mostrar que a empresa está bem” disse o analista da Ativa Investimentos, Ilan Arbetman.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.