Aparecida tem grande movimentação de pessoas e carro na manhã deste sábado, 20

A demanda pelo transporte coletivo também foi intensa, com quase 42 mil validações registradas, um volume 97% acima do esperado

Avenida Igualdade, Setor Garavelo | Foto: Reprodução

Na Avenida Igualdade, setor Garavelo, em Aparecida de Goiânia, o fluxo de trânsito esteve pesado durante a manhã deste sábado, 20. Imagens da Feira Livre, no setor Cruzeiro do Sul, mostram aglomerações de pessoas que passavam pelo local, apesar da maioria fazer uso de máscara.

Aglomeração de pessoas em Aparecida de Goiânia

A demanda pelo transporte coletivo também foi intensa, com quase 42 mil validações registradas, um volume 97% acima do esperado. No Eixo Anhanguera, a movimentação foi 87% maior que o esperado.

Apesar da pandemia agravada, do aumento exponencial dos casos e da limitação no número de leitos, a população segue sem medo aglomerando em comércios autorizados a funcionar com aval da prefeitura de Aparecida.

Tráfego intenso registrado em Aparecida de Goiânia

Em entrevista à Rádio Sagres, o governador criticou a decisão do gestor. “Ele esteve em meu gabinete aqui quase aos prantos trazendo o prefeito de Goiânia, e pedindo ‘pelo amor de Deus’ ajuda”, contou o governador. “Ele veio buscar o apoio de todos os prefeitos da região metropolitana para fechar. E eu imediatamente me posicionei a favor.”

Em suas redes sociais, o prefeito Gustavo Mendanha respondeu de maneira pacificadora. “Eu, Ronaldo Caiado, Rogério Cruz e todos os prefeitos de Goiás queremos salvar vidas e precisamos da colaboração, entre nós, de forma permanente e que a população siga as regras vigentes em cada município. Goiás, o país e o mundo, hoje, só tem um inimigo: o vírus da Covid.”, escreveu Mendanha.

Aglomeração na Rua Igualdade

Apesar do rodízio de fechamentos, a prefeitura segue pedindo à população que evite ir à rua e fique em casa o máximo possível para evitar novas contaminações.

Trânsito em Aparecida de Goiânia durante pandemia de Covid-19

Em nota, a prefeitura esclareceu como foi embasada a decisão de abrir por zonas o comércio. Leia na íntegra:

Em reunião ordinária semanal, realizada na tarde desta quinta-feira, 18, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida de Goiânia analisou o cenário epidemiológico apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) com base na Matriz de Risco e ficou definido que a cidade segue na próxima semana no cenário de risco alto, representado pela cor laranja.

O cenário continuará sendo analisado semanalmente e mantidas enquanto forem necessárias para conter a transmissão do vírus na cidade.

Neste cenário de risco alto, as atividades econômicas não essenciais seguem suspensas, tais como eventos públicos e privados de qualquer natureza, que envolvam aglomeração de pessoas; cinemas, anfiteatros, museus, bibliotecas e clubes recreativos e assemelhados; academias, atividades de condicionamento físico e ensino esportivo de todas as modalidades; reuniões em áreas comuns de condomínios, inclusive áreas de churrasqueiras, quadras poliesportivas, academias e piscinas; atividades de clubes recreativos e parques aquáticos; e excursões, com finalidade turística ou não.

Também continuam suspensas as aulas presenciais em estabelecimentos públicos e privados de ensino regular, técnico, preparatórios e livre nas etapas fundamental de 2ª fase, médio e superior; e salões de beleza e similares. O isolamento social intermitente em Aparecida também fecha quatro macrozonas por dia da semana entre segunda e sexta-feira e a cidade inteira, sábado, a partir das 13 horas, e domingo o dia todo.

Entre os fatores analisados pela Matriz de Risco para definir o atual cenário de risco em Aparecida estão o número de casos ativos, percentual de positividades de exames de PCR, taxa de transmissão, taxa de letalidade, taxa de ocupação de leitos e média de afastamento dos profissionais de saúde. A soma dos dados apresentados em Nota Técnica da Secretaria Municipal de Saúde informa que Aparecida encontra-se no cenário de risco alto – laranja. Os outros estágios de risco são: estável (verde), moderado (amarelo) e alto (vermelho). Aparecida só deve reduzir as restrições quando voltar ao cenário amarelo ou verde. E caso evolua para o cenário vermelho, as restrições podem aumentar.

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida é coordenado pelo secretário de Saúde de Aparecida, Alessandro Magalhães, e tem na composição, desde março de 2020, representantes da Prefeitura, Câmara, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Aciag, Fieg, Fecomércio, hospitais privados da cidade, Conselho das Associações de Moradores e o segmento religioso.

“O enfrentamento à Covid-19 em Aparecida é a união da estratégia de testagem em massa, monitoramento dos casos ativos, ampliação de leitos e medidas restritivas como o isolamento social intermitente por escalonamento regional”, afirmou o secretário de Saúde e coordenador do Comitê de Aparecida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.