Aparecida sanciona lei que dispõe sobre serviço de transporte remunerado privado

Texto organiza critérios para os aplicativos operarem, seguindo as diretrizes estabelecidas pela Lei Federal 13.640/18

Foto: Reprodução

Foi publicado no Diário Oficial de Aparecida de Goiânia desta terça-feira, 8, a Lei Complementar 158/2019  que dispõe sobre a regulamentação e fiscalização do serviço de transporte remunerado privado individual de passageiros, a exploração intensiva do viário urbano municipal e outras providências.

Para representantes da categoria, a lei pode ser vista como modelo para regulamentar a atividade em toda a região metropolitana de Goiânia e outros municípios de Goiás.

“O texto elaborado pela Prefeitura e aprovado pela Câmara leva em consideração os interesses dos milhares de usuários e motoristas parceiros que encontraram novas formas de mobilidade e de geração de renda”, afirmou a Uber ao elogiar a iniciativa.

Para a empresa, o projeto respeita a liberdade de escolha dos aparecidenses sem criar burocracias e restrições que serviriam apenas para prejudicar os consumidores. “O projeto regulamenta o serviço prestado pelos motoristas parceiros e organiza critérios claros para os aplicativos operarem, seguindo as diretrizes estabelecidas pela Lei Federal 13.640/18”, avaliou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.