Aparecida já tem 230 solicitações de abertura de empresas para 2020

Município é que maior em pedidos de aporte depois da Capital, seguido de Anápolis, Catalão e Rio Verde

Polo empresarial em Aparecida de Goiânia / Foto: Arquivo/Secom

Nos primeiros dias de janeiro, cerca de 230 empresas entraram com pedido de abertura ou acenaram uma possível instalação junto à Prefeitura de Aparecida de Goiânia. Com dados da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), no ano passado, 581 empresas individuais de responsabilidade limitada pediram autorização para se instalarem no município.

Com sete pólos industriais e 120 mil postos de trabalho, Aparecida de Goiânia se mantém com base na industrialização e comemora o crescimento de 122% no Produto Interno Bruto (PIB) entre os anos de 2010 e 2018. A cidade está entre as quatro maiores em economia do Estado, à exceção de Goiânia. Depois da Capital, Aparecida é a primeira com maior número de abertura de empresas, seguida de Anápolis, Catalão e Rio Verde.

Os CNPJs ativos em Aparecida saltaram de 6 mil para 54 mil nos últimos dez anos, entre indústrias, empresas e comércios, com dados da Secretaria Municipal da Fazenda. Para o prefeito Gustavo Mendanha (MDB), o crescimento se deve às melhorias na infraestrutura da cidade. Obras de recapeamento e pavimentação em bairros, reformas em escolas, capacitação de profissionais e revitalização de espaços públicos e de lazer serviram para atrair novos empresários.

Para o ex-prefeito de Aparecida, Maguito Vilela, muito desse desenvolvimento é creditado à desburocratização para a abertura de novas empresas. “Isso faz com que os empreendedores sejam mais competitivos”, diz o ex-gestor, que comparou o crescimento econômico de Aparecida com a China.

O empresário Emanoel Camargo, que passa por período de aporte de sua empresa de 900 mil metros quadrados próximo dos polos de Dimag e Daiag, a sensibilidade do poder público em facilitar a vida do empresário é essencial. “Nós escolhemos trazer o empreendimento para Aparecida, que é uma cidade que tem esse entendimento de desburocratizar aprovações, liberações e licenças. O município é carregado de oportunidades para o setor industrial”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.