Aparecida de Goiânia confirma primeiro caso de zika vírus em gestante

Paciente está no quinto mês de gestação e, por causa do surto de microcefalia no país, sua gravidez é considerada de alto risco

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Aparecida de Goiânia confirmou na última segunda-feira (29/1) o primeiro caso de gestante infectada com o zika vírus. A paciente está no quinto mês de gestação. Apesar de não ser possível afirmar se o bebê nascerá com microcefalia, por causa do surto no país, os médicos consideram a gravidez como de alto risco.

A gestante recebeu a confirmação de que estava infectada pelo zika vírus depois de ser submetida a exames feitos pelo Laboratório de Saúde Pública de Goiás (Lacen/GO) e confirmados pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), que fica no Pará. A técnica é o RT-PCR para Zika, que utiliza biologia molecular para a confirmação.

A partir de agora, ela será acompanhada pelo especialista em ginecologia e obstetrícia, Jamal Yusuf, que atende na Maternidade Marlene Teixeira, realizando pré-natal de gestantes classificadas como de alto risco. A SMS informa que a gestação será acompanhada periodicamente para monitorar o desenvolvimento do cérebro da criança.

Na casa da paciente, agentes de saúde do município realizaram um bloqueio sanitário, com inseticida e todas as medidas necessárias para erradicação de focos do mosquito Aedes aegypti. O trabalho foi feito também em todas as residências localizadas nas quadras próximas.

A SMS de Aparecida informou que, a pedido da paciente, não divulgará seu nome nem dados pessoais e garantiu que a gestante tem recebido todo o acompanhamento necessário desde a confirmação do caso. (Com informações assessoria SMS Aparecida de Goiânia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.