Aparecida celebra 98 anos sem tradicional desfile cívico e bolo

Excepcionalmente pela pandemia de coronavírus, o município teve de comemorar o quase centenário com solenidade sem público, mas com bençãos de padre Vítor Simão e pastor Neuton Pereira

Solenidade de comemoração dos 98 anos de Aparecida | Foto: Rodrigo Estrela

O município de Aparecida de Goiânia comemorou os 98 anos de sua fundação. Com quase 600 mil habitantes, a cidade já festeja quase um centenário. Neste ano, não houve possibilidades de celebrar o tradicional desfile cívico com 98 metros de bolo, em razão da pandemia de coronavírus, e também a tradicional festa Aparecida É Show, que também comemora o aniversário da cidade. Então, a celebração de mais um ano de fundação do município foi realizada em uma cerimônia sem público, na Cidade Administrativa, com benção ecumênica.

Durante a solenidade, foram hasteadas as bandeiras de Aparecida, do Estado de Goiás e do Brasil ao som dos hinos do município e nacional. O evento foi acompanhado pelo prefeito Gustavo Mendanha (MDB), o vice-prefeito Veter Martins (MDB), o padre Vítor Simão, da Paróquia Colina Azul, e o pastor Neuton Pereira Abreu, da Assembleia de Deus Campo Pedro Ludovico.

“Infelizmente gostaríamos de estar em nossa tradicional festa. Hoje seria o desfile cívico distribuindo 98 metros de bolo, mas o momento realmente exige responsabilidade. Então, vamos lembrar de todos os anos de conquistas e glórias. Esse talvez seja um dos anos mais difíceis que a cidade passa. Mas tudo isso irá passar. Então, continuem em casa”, declarou Gustavo Mendanha.

Para o prefeito, apesar da crise ocasionada pela epidemia, o cidadão aparecidense tem muito o que comemorar. “O desenvolvimento econômico, social, a infraestrutura. Claro que nesse momento estamos com muitas atividades paralisadas, mas a verdade é que nos últimos anos melhorou muito a vida do aparecidense. A conquista das universidades, a conquista da água e do esgoto, nós acreditamos que nós vamos avançar muito nos próximos meses. A independência na saúde. Hoje, nós temos tudo para o cidadão aparecidense. Estamos passando esse momento de dificuldade, mas eu tenho consciência, fé, convicção e esperança que isso irá passar”, afirmou.

“Investimos muito em infraestrutura, na pavimentação asfáltica, na recuperação de erosões, na construção de pontes, bueiros, avenidas, avenidas que melhoraram muito a mobilidade das pessoas de Aparecida”, pontuou o prefeito, que também lembrou das diversas praças e espaços de convivência construídos na cidade.

O vice-prefeito, Veter Martins, reforçou a mensagem de esperança aos aparecidenses. “Vivemos um momento crítico, um momento difícil, mas tudo isso vai passar”, falou. “Estamos trabalhando muito para que tudo isso passe e Aparecida continue crescendo e se desenvolvendo. Com seus 98 anos, Aparecida deixou de ser uma cidade problema para ser uma cidade solução. Uma cidade que gera empregos, gera recursos, desenvolve cada vez mais. É isso que nós queremos”, disse o vice.

Bençãos

“Essa ocasião é muito feliz para nós. Comemoramos o aniversário de nossa cidade e esse momento não poderia passar sem rogarmos a Deus e a intercessão da mãe de Jesus, Nossa Senhora Aparecida, que é padroeira do município. Uma bênção especial, sobretudo nesse momento em que o mundo enfrenta essa pandemia”, afirmou Padre Vítor.

O pastor Neuton Pereira corroborou a benção do padre. “Passamos um momento difícil de pandemia, mas há uma esperança maior no Deus que está acima de todos. Para Deus nada é impossível. Pela fé, nós acreditamos que essa pandemia está passando. Aparecida retomará seu momento de desenvolvimento. Ela que é uma das cidades que mais desenvolvem no Brasil”, falou.

Projeção no marco zero

Além da solenidade, uma outra homenagem ao município foi realizada na fachada da Igreja Nossa Senhora de Aparecida, marco zero da cidade. Vídeos contaram a história do município e a projeção teve duração de três minutos. A mídia recontou a criação de Aparecida por meio da doação de terras de fazendeiros da região em 1922, onde foi erguida a cruz de Aroeira e construída a Igreja Matriz, até os dias de hoje.

Projeção no marco zero de Aparecida de Goiânia em homenagem aos 98 da cidade | Foto: Divulgação

Para relembrar a festa Aparecida É Show, uma live foi transmitida na noite de segunda, 11, com os melhores momentos do evento no ano passado. O público virtual contou com 14 mil visualizações.

“A festa deste ano não pode ser realizada, pois o momento agora é de preservar vidas, mas encontramos um meio de fazer uma festa, com cada um em sua casa e relembrando os melhores momentos dos shows do ano passado. Fico muito feliz em poder, como primeiro prefeito eleito nascido nesta cidade, poder comemorar seus 98 anos e projetar os 100 anos e o futuro desta cidade com ações ordenadas e de desenvolvimento”, disse Mayara Mendanha, primeira-dama e secretária de Assistência Social do município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.