Aos gritos de “Lula ladrão”, manifestantes protestam contra ex-presidente em Goiânia

Ato em frente à Superintendência Regional da Polícia Federal pede prisão do petista

Este slideshow necessita de JavaScript.

A um dia da sessão do Supremo Tribunal Federal (STF), que vai retomar o julgamento do habeas corpus de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), centenas de manifestantes protestaram nesta terça-feira (3/4) contra o ex-presidente em frente à Superintendência Regional da Polícia Federal, em Goiânia.

Com parte da Avenida Eugênio Jardim interditada, o trânsito na região ficou lento.

O grupo Vem Pra Rua convocou os atos por todo o Brasil com o slogan “Ou você vai, ou ele volta!”. O protesto foi descrito como uma “manifestação contra a manobra do STF de salvar Lula da cadeia”.

O administrador Marco Aurélio, representante do movimento, disse que a principal reivindicação é pela prisão de Lula. “Que o STF simplesmente faça o julgamento com base no jurídico e não no político”, declarou.

O público, em sua maioria mais velho, com pouca presença de jovens, gritava gritos de guerra como “Lula ladrão, seu lugar é na prisão”.

Nas últimas semanas, o Vem Pra Rua encaminhou uma carta ao Supremo e se reuniu com a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF. O grupo é contra o fato de o ex-presidente Lula, condenado na Lava Jato, “andar livremente pelo País”.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

jeremias

Eu estava la