Aos gritos de “Iris é Caiado”, prefeito diz que irá unir oposição

Durante evento do senador na Câmara de Goiânia, emedebista abadona discurso de protagonismo do MDB para dizer que está neutro

Divulgação

O clima de animosidade na oposição em Goiás ainda parece estar longe do fim. Apesar do MDB se colocar cada vez mais como independente e apontar para uma candidatura própria, o cabo de guerra entre aqueles que apoiam o deputado Daniel Vilela (MDB) e o senador Ronaldo Caiado (DEM) permanece o mesmo.

Apesar disso, o prefeito Iris Rezende (MDB) garante que há clima para união na oposição e adianta que irá organizar reunião com os pré-candidatos, já nas próximas semanas, para resolver o impasse. A declaração foi concedida neste sábado (3/3) durante evento organizado por Caiado, na Câmara de Goiânia.

No local, o decano emedebista foi recebido com festa e aos gritos de “Iris é Caiado”. “Eu irei chamar os dois pré-candidatos já anunciados da oposição e pedir os dois para se unirem. Eu vivi na carne quatro derrotas sucessivas. Nós não temos o direito de nos afobarmos”, discursou Iris.

Depois, em entrevista coletiva, o prefeito de Goiânia preferiu mudar o discurso adotado em recentes eventos do MDB. Se antes o prefeito enaltecia o protagonismo do partido, agora preferiu se colocar como neutro entre os dois nomes.

“Não poderia fugir de uma reunião. Assim como compareci em reuniões com Daniel, também compareço quando adeptos do nome do Caiado me chamam”, justificou para, por fim, reforçar que trabalha para a união a oposição. “Meu objetivo é mudar opiniões”, finalizou.

Deixe um comentário