Ao ser extinta, Agecom dará lugar à Agência Brasil Central

De acordo com o governador do Estado, estrutura da nova pasta será enxuta, com apenas cargos de presidente e diretor

Coletiva do Governador Marconi Perillo. Data: 02.12.14. Fotos: Wagnas Cabral.

Marconi Perillo adiantou mudanças em coletiva, na tarde desta terça-feira | Foto: Wagnas Cabral/Governo de Goiás

A Agência Goiana de Comunicação (Agecom) será extinta na segunda etapa da reforma administrativa, que pode ser enviada à Assembleia Legislativa na próxima quinta-feira (4/12). A informação foi adiantada pelo governador Marconi Perillo (PSDB) na tarde desta terça-feira (2), em entrevista coletiva no Palácio das Esmeraldas.

Com a exclusão, será criada a Agência Brasil Central, com uma superintendência executiva vinculada ao governo e à administração direta, no gabinete do governador. Uma pessoa — que não teve o nome divulgado — será responsável pela política de comunicação no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, com estrutura enxuta. “Terá apenas presidente e diretor. A agência vai cuidar exclusivamente dos assuntos relacionados à TV e Rádio Brasil Central e a gráfica do Estado”, detalhou.

O prédio da Agecom, no Setor Parque das Laranjeiras, será exclusivamente dedicado aos três meios, mas com o número um da comunicação atuando no Centro Administrativo, na Praça Cívica.

Marconi Perillo destacou que não haverá mais vinculação entre o marketing e a política de comunicação oficial com os veículos do Estado. O governador negou que esse é um passo para terceirizar o setor. Segundo ele, a intenção é apenas a de separar as áreas. Na visão do gestor, o modelo de juntar as duas estruturas está superado. “Quero trazer para o Palácio Pedro Ludovico todo o Conselho de Comunicação e a parte relacionada à divulgação do governo.”

O cargo de superintendente, argumentou, nada tem a ver com o Gabinete de Imprensa do governador. “Nós estamos concluindo hoje, possivelmente, o projeto [da reforma administrativa]. Agora, estamos em fase de elaboração, analisando todos os critérios, limites e questões jurídicas para concluí-lo”, disse o tucano.

A partir do dia 20 dezembro, Marconi Perillo poderá anunciar alguns dos nomes que vão compor sua equipe de governo. Mas a vontade dele, conforme prometeu, é a de fazer uma divulgação “global” dos auxiliares, no dia 30 ou 31.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.