Ao lado de Lissauer Vieira, Juraci Martins se filia ao PPS

Prefeito de Rio Verde trocou o PP pelo PPS para apoiar a pré-candidatura do deputado estadual à sua sucessão 

Prefeito de Rio Verde, Juraci Martins assina ficha de filiação | Foto: Sérgio William

Prefeito de Rio Verde, Juraci Martins assina ficha de filiação | Foto: Sérgio William

O deputado estadual Lissauer Vieira (PSB) acompanhou, na noite desta segunda-feira (28/3), a filiação do prefeito de Rio Verde e seu principal cabo eleitoral, Juraci Martins, ao PPS. Na capital goiana, os dois participaram do evento que contou com a presença do presidente nacional do da sigla socialista, Roberto Freire.

A ida do prefeito para o PPS se deu a partir do momento em que o presidente estadual do PP, o senador Wilder Morais, abriu mão de uma pré-candidatura pepista na cidade para apoiar o deputado federal Heuler Cruvinel (PSD) na disputa pela prefeitura.

Em entrevista ao Jornal Opção, Juraci afirmou que a ideia de deixar a política ao final de seu mandato de prefeito de Rio Verde no dia 31 de dezembro deste ano ainda não foi discutida. “Vamos ver. O ano que vem é outra história. Estamos prontos para ajudar, mas devemos continuar essa participação. Mas só o tempo dirá”, afirmou.

Sobre a insatisfação com o presidente estadual do PP em apoiar um nome a pré-candidato de outro partido, o prefeito de Rio Verde disse que respeita a decisão do senador Wilder Morais, mas que está com o deputado estadual Lissauer Vieira, que desistiu de se filiar ao PP justamente pelo posicionamento de Wilder sobre a disputa pela Prefeitura de Rio Verde.

O deputado estadual não poupou críticas ao senador. “A minha não ida para o PP criou um clima muito constrangedor. Não entendemos, ainda, a atitude do senador Wilder Morais em poder tirar o prefeito do PP. Eu acho que foi uma atitude imatura, mas respeitamos a opinião dele, não temos nada contra”, declarou.

Ao ser questionado se essa retirada da prefeitura do PP que ele se referiu seria o apoio de Wilder à pré-candidatura de Heuler Cruvinel, do PSD, Lissauer completou: “Tirou o prefeito doutor Juraci de um partido que ele é tradicional. […] Essa história dele não foi respeitada pela atual direção do partido aqui no Estado de Goiás, e o prefeito achou o seu caminho melhor aqui no PPS, teve as portas abertas pelo deputado Marcos Abrão está assumindo essa sigla lá no município”.

A pré-candidatura de Lissauer Vieira já conta com apoio de 12 partidos, mas o próprio deputado reconhece que pode chegar a 15.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.