Ao criticar Magda Mofatto, secretário de Caldas Novas diz que deputada deveria beneficiar cidade

Secretário de Planejamento, Andrei Rocha, do município sugeriu a construção de hospital público com recursos federais; ele estima que obra custaria entre R$ 25 milhões a 35 milhões

O secretário de Planejamento de Caldas Novas, Andrei Rocha, criticou a deputada federal Magda Mofatto (PL) e afirmou que a parlamentar deveria utilizar sua influência para beneficiar o município calda-novense. Ele sugere, inclusive, que a cidade receberia de bom grado um hospital construído com recursos federais.

“Não precisaríamos vender um palmo de terra aqui, se ela utilizasse seu mandato, ao invés de ficar brigando, para trazer benefícios para cá. Um hospital  seria muito bem recebido, e com recursos federais seria muito mais fácil. Não precisaríamos dividir a cidade com discussões sobre vender ou não áreas públicas”, pontuou. Segundo levantamento realizado pela secretaria, tal construção poderia variar entre R$ 25 milhões a 35 milhões.

O secretário ainda criticou a postura da parlamentar e afirmou que a peelista “precisa sair do ringue e do palanque que ela entrou há 20 anos, para trazer os recursos que Caldas Novas precisa”. “Hoje não tem mais a desculpa de que não traz dinheiro, porque a prefeitura não tem certidão. As certidões estão publicas. Basta que ela queira sair do ringue, do palanque que ela entrou a vida inteira, ha 20 anos, e trazer os recursos que Caldas Novas precisa”, disse.

Uma resposta para “Ao criticar Magda Mofatto, secretário de Caldas Novas diz que deputada deveria beneficiar cidade”

  1. Avatar Maria disse:

    Realmente nao precisaria vender um palmo de terra de caldas novas se o prefeito e os deputados nao roubassem tanto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.