Ao criticar a manutenção da prisão do deputado Daniel Silveira, Paulo do Trabalho diz: “Ninguém mais aguenta a ditadura do STF”

Segundo o parlamentar, o STF tem interferido em todos os poderes, principalmente no poder executivo, tirando a autonomia do presidente Jair Bolsonaro de governar

O deputado Paulo Trabalho (PSL-GO) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Goiás, durante sessão ordinária, desta quarta-feira, 24, para criticar os deputados federais que votaram pela manutenção da prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

O parlamentar disse que ficou indignado em relação a votação que ocorreu no último dia 19, na Câmara dos Deputados. “Me senti muito mal representado por nossa Câmara Federal, que por 364 votos a 130 manteve a prisão do colega que falou aquilo que estava engasgado no garganta do povo brasileiro em relação ao STF. Ninguém mais aguenta a ditadura do Supremo Tribunal Federal imposta neste país”.

Segundo o deputado, o STF tem interferido em todos os poderes, principalmente no poder executivo. “O supremo tem tirado a autonomia do presidente Bolsonaro de governar esta nação. E, mais uma vez, infringiu a sua competência, inventou um falso flagrante. Isso é um completo absurdo”.

Na opinião do Paulo da Trabalho, o que estava em discussão era a ingerência do STF dentro de um poder independente e autônomo. “Os deputados se acovardaram diante daquela Corte. O que o deputado Daniel Silveira falou não importa. Ele tem plena liberdade de expressão e de opinião”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.