Ao chegar a Dubai, Bolsonaro diz que COP-26 atacou o Brasil

Ao desembarcar nos Emirados Árabes, presidente contradisse informações oficiais e fez pouco caso da cúpula climática

Presidente Jair Bolsonaro concede entrevista ao chegar a Dubai | Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste sábado, 13, que o Brasil foi “atacado” durante a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021 (COP 26), realizada em Glasgow, desde o início do mês.

“Ali [COP] é um local onde quase todos apresentam os problemas para os outros resolverem. Você pode ver. China, Índia, Estados Unidos não assinaram nada. Nós somos os que mais contribuímos para a não emissão de gases de efeito estufa e que por vezes mais pagamos a conta, mais somos atacados”, disse o presidente ao chegar no hotel em que está hospedado em Dubai.

Na verdade, China e EUA assinaram um acordo bilateral com declaração conjunta sobre o reforço da ação climática.

Desde 2019, o governo do presidente Bolsonaro tem sido criticado pela forma como tem conduzido a questão do desmatamento na Amazônia. De acordo com números divulgados pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Amazônia Legal teve em outubro uma área de 877 km² sob alerta de desmatamento, alta de 5% em relação a 2020 e recorde para o mês na série histórica.

Dados do Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa, do Observatório do Clima, mostram que o Brasil tem aumentado o total de gás carbônico emitido para a atmosfera, apesar de ter firmado um acordo de redução há mais de 10 anos.

Segundo o Observatório do Clima, a quantidade de gás carbônico emitida pelo Brasil em 2020 foi a maior desde 2016. Desde 2010, o país elevou em 23% o valor de gases de efeito estufa.

* Com informações do portal Metrópoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.