Anvisa libera teste clínico para tratar pneumonia causada por Covid-19

A pesquisa pretende promover a avaliação da possibilidade de a utilização bem-sucedida do medicamento experimental poder reduzir as complicações da doença

Testes serão realizados pela empresa alemã Merck | Foto: Reprodução

A agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o início de testes clínicos para o uso de uma molécula específica para tratamento de pacientes que tenham contraído pneumonia através da infecção da Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

A autorização dos testes clínico com a molécula foi publicada no último dia 21 e tem validade até o próximo dia 13 de novembro.

Conforme informações da Agência Brasil, a pesquisa será desenvolvida pela Merck, empresa alemã da indústria química e farmacêutica fundada em 1668 com sede em Darmstadt. Segundo a empresa, o objetivo do estudo é investigar se a utilização da M5049 pode impedir ou melhorar a resposta inflamatória em pacientes, infectados com a covid-19, com pneumonia e barrar a progressão para um quadro mais grave.

Objetivo dos testes

Ainda de acordo com a Merck, a pesquisa pretende promover a avaliação da possibilidade de a utilização bem-sucedida do medicamento experimental poder reduzir as complicações da Covid-19 como sintomas respiratórios graves que geralmente precisam de ventilação mecânica.

A princípio, a M5049 será investigada em um estudo controlado por placebo, nos Estados Unidos e no Brasil. Segundo a Merck, além do tratamento padrão, que pode incluir tratamentos antivirais, os indivíduos receberão uma das duas doses de M5049 ou placebo.

A empresa destacou que o objetivo é comparar a M5049 ao placebo com base nos resultados do paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.