Antes de missão comercial, Marconi visita sede do semanário Charlie Hebdo, vítima de ataque terrorista

Governador fica até a próxima sexta-feira (13/2) na Europa em missão comercial; de acordo com ele, radicalismo é um “buraco” no processo da evolução da humanidade

Governador Marconi Perillo deposita rosas brancos na frente da sede do Charlie Hebdo | Foto: Gabinete de Imprensa de Goiás

Governador Marconi Perillo deposita rosas brancos na frente da sede do Charlie Hebdo | Foto: Gabinete de Imprensa de Goiás

Antes de iniciar a missão oficial na Europa, o governador Marconi Perillo (PSDB) foi, neste domingo (8/2), à sede do semanário francês Charlie Hebdo prestar homenagem aos jornalistas mortos no atentado terrorista ocorrido no último dia 7 de janeiro.

Marconi estava acompanhado de empresários goianos e auxiliares do governo. O governador depositou rosas brancas da porta da sede do jornal e fez orações para as vítimas do ataque. “A França é o berço da democracia. A revolução francesa, que ajudou a definir a democracia no Ocidente, tinha como lemas Liberdade, Igualdade e Fraternidade. Estou aqui para homenagear o valor da democracia, que é ancorado na liberdade de expressão”, afirmou.

Segundo o governador de Goiás, “O radicalismo e esses atentados são um buraco no processo de evolução da humanidade para um mundo mais democrático”.

Missão comercial

O governador inicia na próxima segunda-feira (9/2), em Paris, a missão oficial de cinco dias à França e à Itália, onde realizará reuniões comerciais entre os empresários de Goiás e dos dois países europeus.

A intenção é que até sexta-feira (13/2) a comitiva liderada por Marconi se reúna com representantes políticos, empresariais e sociais dos dois países, ampliando e estreitando ligações culturais e econômicas.

A missão integra as ações do Governo de Goiás para atrair novos investimentos e manter o ritmo de crescimento da economia do Estado. Marconi deve apresentar as potencialidades de Goiás, além das políticas de incentivo fiscal e outros fatores que podem trazer investimentos para o Estado.

De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico, Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), os incentivos fiscais concedidos pelo Produzir no ano passado possibilitaram a abertura e a expansão de 82 indústrias em Goiás. Os projetos geraram 6.524 postos de trabalho diretos e somaram R$ 473,8 milhões de investimento na economia do Estado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.