Animado com possível candidatura, Virmondes diz que PSD busca campanha propositiva

Segundo deputado, orientação do partido é de que ele e Francisco Júnior, outra possibilidade para disputa, cheguem a consenso

| Foto: Marcos Kennedy

Para o deputado, população está cansada de campanhas que focam mais em ataques que em propostas | Foto: Marcos Kennedy

Pré-candidato do PSD à Prefeitura de Goiânia, Virmondes Cruvinel (PSD) afirmou que o caminho no partido na disputa é pelo consenso. Em entrevista ao Jornal Opção, o deputado estadual afirmou que a orientação do presidente estadual da legenda, Vilmar Rocha, é de que Francisco Júnior, o outro nome cotado para o pleito, entrem em acordo e evitem a realização de eleições internas.

Virmondes acredita que a decisão de quem representará o partido deve ser tomada, no mais tardar, até o final de fevereiro, de acordo com o prazo dado por Vilmar Rocha. “Estamos procurando uma conciliação, ouvindo os representantes do partido aqui no estado e buscando de ver essa possibilidade interna de harmonia”, contou.

Questionado se já haveria alguma perspectiva de quem seria escolhido, Virmondes disse que a fase realmente é de conversas, mas se confessou empolgado: “Estou animado, da minha parte, com a possibilidade”. Caso Francisco e ele não cheguem a um acordo, a orientação é que eles indiquem um terceiro nome que julguem adequado.

O tom de parcimônia deve ser adotado pelo PSD também durante a campanha, já que, de acordo com o deputado, o partido tem buscado alianças e focado em apresentar propostas. “Venho conversando com vários partidos, com entidades da sociedade civil, universidades, buscando nomes pra fazer o plano de governo”, afirmou.

Segundo ele, as conversas do PSD em relação a alianças estão sendo feitas no sentido de “deixar todas as portas abertas”. Virmondes disse que vem se reunindo com membros da Rede, do PSL, do PMN, do PV e do PDT e que seu partido tem “um grande respeito pelos partidos que fazem parte da base do governador”.

Campanha propositiva

O deputado falou também sobre a corrida eleitoral em si, dizendo que o enfoque é apresentar boas ideias para a população. “Estamos buscando uma campanha sem baixaria de ataques, com mais propostas. Os goianienses e os brasileiros em geral não estão gostando mais desse personalismo”, defendeu.

Sobre as suas propostas para a cidade, a palavra foi eficiência. Virmondes defendeu uma melhoria do diálogo entre a população e os gestores, a prestação de serviços públicos competentes e a execução de obras públicas mais rápidas e sem gastos desnecessários. Outra pauta levantada por ele foi a da criação de um ambiente de inovação e empreendedorismo.

Virmondes comentou ainda sua expectativa para os trabalhos da Assembleia Legislativa em 2016, com a eleição de prefeitos e vereadores. Para ele, o pleito não prejudicará a atividade da Casa. “Campanha reduziu bastante, acredito que vai ter a possibilidade de conciliar os trabalhos.” Para ele, a disputa por até “favorecer mais essa atividade. Até porque muito do que se discute na Assembleia diz respeito à Goiânia”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.