Andressa Urach tem pedido de gratuidade de defesa em processo contra a Igreja Universal negado

Modelo deseja recuperar mais de R$2 milhões que foram doados à instituição, mas seus R$ 900 mil em patrimônio declarados impediram que Andressa conseguisse defesa gratuita no processo

Modelo Andressa Urach processo contra a Igreja Universal na tentativa de recuperar dinheiro doado à instituição. | Foto: Instagram @andressaurachoficial/reprodução

Justiça nega pedido de gratuidade de defesa a Andressa Urach, que atualmente move processo contra a Igreja Universal do Reino de Deus. O pedido foi negado sob justificativa de a modelo possuir patrimônio superior a R$900 mil declarado na Receita Federal.

Andressa, que com o processo, deseja recuperar um montante de mais de R$2 milhões que teria doado à instituição, da qual se desligou no fim de 2020. Ela alega que, pelas doações realizadas nos últimos seis anos, teria ficado somente com a sua residência, onde reside com familiares e, consequentemente, sem recursos para cuidar da criação de seu filho que ainda é menor de idade.

No fim do ano passado, a Justiça já havia negado o pedido de gratuidade da defesa. Entretanto, Andressa recorreu da decisão, mas teve o pedido novamente recusado, no fim de março de 2021.

O que pesou na recusa da decisão, segundo a Justiça, além dos bens declarados à Receita Federal, foi a profissão de Andressa, que além de modelo e escritora, possui um canal no YouTube e um perfil no Instagram com milhões de seguidores. A decisão cita o fato de a modelo ter realizado “diversos procedimentos estéticos” nos últimos meses, o que daria a modelo, condições financeiras o suficiente para arcar com a defesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.