O prefeito de Quirinópolis, Anderson de Paula, o Lorenção, rebateu os rumores de que esteja de saída do PDT. O chefe do Executivo quirinopolino disse, ao Jornal Opção, estar “fielmente filiado” e reafirmou seu compromisso com a legenda. “Não há quaisquer preocupações de trocar de partido ou se afiliar a outra agremiação política”, destacou.

O PDT em Quirinópolis é presidido pelo vereador Renato Ribeiro, e em Goiás pelo deputado estadual Dr. George Morais, marido da deputada federal Flávia Morais, também pedetista. Segundo Lorenção, devido à proximidade dele com Ronaldo Caiado, que foi aliado político de seu pai, “muitos espalham esses rumores [de sua saída do PDT], que por muitas vezes é para tentar trazer um desgaste político ao prefeito”. “São tentativas infundadas”, disse.

“O PDT tem sido um instrumento fundamental para a construção de políticas públicas para o bem-estar da população de Quirinópolis, com apoio da deputada federal Flávia Morais que hoje coordena a bancada federal em Brasília, e do deputado estadual Dr. George Morais, que para além de emendas e projetos, coordena o Projeto Saúde em Movimento”, declarou.

Lorenção, que, inclusive, é a aposta da base caiadista para 2024, também afirmou que sua campanha para prefeito de Quirinópolis foi a “mais barata da história, e lhe deu uma vitória esmagadora de uma população que já estava cansada de sofrer nas mãos da velha política”.

Leia também:

Fernando Luís busca apoio para se tornar prefeito de Bom Jesus de Goiás

MDB tem 3 nomes pra prefeito de Santa Helena, mas pode bancar Judson Lourenço