Dilma e Aécio vão disputar 493.570 votos na Região Metropolitana de Goiânia

Os candidatos vão disputar eleitorado das cidades de Aparecida de Goiânia (99.128), Goiânia (322.995) e Anápolis (71.447)

dilma aecio

A Região Metropolitana de Goiânia terá influência no segundo turno das eleições presidenciais. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) vão disputar cerca de 500 mil votos nas cidades de Aparecida de Goiânia, Goiânia e Anápolis.

Na capital, a maioria de votos foi de Aécio no primeiro turno totalizando 308.205 votos, enquanto Dilma Rousseff conquistou 141.990 votos dos eleitores goianienses. Na cidade de Anápolis, comandada pelo prefeito João Gomes (PT), a presidente e candidata à reeleição também esteve atrás do tucano no primeiro turno com 47.114 e 94.259 mil votos, respectivamente.

Ao contrário dessas cidades, em Aparecida de Goiânia a diferença entre os candidatos foi pouca. A candidata à reeleição conseguiu 62.409 ao passo que Aécio Neves conquistou 63.538 dos eleitores.

Outra cidade que tem peso para influenciar a participação de Goiás nas eleições presidenciais é Senador Canedo, colégio eleitoral do ex-candidato ao governo de Goiás Vanderlan Cardoso (PSB). Lá foi a única cidade do Estado que a candidata Marina Silva (PSB-REDE) obteve a maioria de votos, cerca de 20 mil.  Enquanto os candidatos Dilma e Aécio, somados, receberam pouco mais de 24 mil.

Interior do Estado

logomarca

Apesar da maioria de votos para o tucano em Goiás, Dilma Rousseff obteve a preferência do eleitorado goiano em 44 municípios do Estado.

A diferença de votos entre os candidatos nos municípios de Goiás não foi grande. Porém, as regiões com indústrias ou voltadas para o agronegócio elegeram o tucano com larga escala de diferença. Um exemplo é a cidade de Rio Verde, onde Dilma Rousseff recebeu metade do número de votos do tucano: 23.306 e 43.932, respecitvamente.

Deixe um comentário