Ana Paula Valadão protesta contra campanha da C&A e recebe enxurrada de críticas

Cantora ficou revoltada com peça publicitária questionando estereótipos de gênero, mas sua postagem não foi muito bem recebida

Foto: Reprodução Facebook

Foto: Reprodução Facebook

A cantora gospel Ana Paula Valadão se envolveu em uma polêmica nas redes sociais depois de decidir manifestar sua “santa indignação” em sua página no Facebook. O alvo da postagem foi a loja C&A, que, recentemente, fez uma propaganda questionando estereótipos de gênero em sua nova campanha, “Misture, ouse, divirta-se”.

Segundo ela, a peça publicitária é uma prova de que “Estão provocando para ver até onde a sociedade aceita passivamente a imposição da ideologia de gênero”, desconsiderando que a ideia da propaganda é justamente questionar a ideologia que determina o que mulheres e homens devem vestir.

Para Ana Paula, no entanto, as pessoas não têm direito de escolher as próprias roupas: “Em outra propaganda da mesma campanha eles fizeram todos nus como se fossemos criados iguais e temos o poder de escolha”, defende, “Absurdo”. “Nós que conhecemos a Verdade imutável da Palavra de Deus não podemos ficar calados”, prossegue.

“Nos EUA a loja Target já teve prejuízo porque mais de 1 milhão de pessoas pararam de comprar (inclusive eu) desde que determinou que os banheiros feminino e masculino podem ser usados por quaisquer pessoas que se sintam homem ou mulher naquele dia, aumentando os riscos de abusos (que já aconteceram em outros lugares que apoiam a ideologia de gênero)”, continuou sem, no entanto, mencionar que lugares seriam estes.

No entanto, a maioria das pessoas que comentaram a postagem não estão assim tão santamente indignadas. O comentário gerou uma enxurrada de críticas, com 16 mil reações negativas até a publicação da matéria, e a cantora já atingiu o primeiro lugar nas citações no Twitter.

Além de criticarem a preocupação de Ana Paula com a questão e a acusarem de ser preconceituosa, outros a lembraram que caso um boicote à marca desse certo, várias pessoas ficariam desempregadas. No geral, a pergunta era: “Cadê Deus em suas palavras, Ana Paula?”, questionando seu discurso de ódio.

Confira a postagem da cantora:

2
Deixe um comentário

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
igor

Cara, precisei gravar esse vídeo.
Geralmente não me deixo ser atingido por preconceito ou homofobia. Mas essa me afetou MUITO! transtornou meu dia.

Carlos Spindula

A indignação também é minha e de todos minimamente conscientes da verdade. Este papo de “discurso de ódio” e o “politicamente correto” já cansou, chega de tratar o mal como o bem e o bem como o mal ! Agora quem fala sua opinião é perseguido e quem põe tudo do avesso é defendido ? Absurdo !