Ana Hickmann faz protesto após cunhado ser denunciado por homicídio

Apresentadora posta significado da palavra “indignação”: “Revolta, sentimento de oposição, cólera, provocado por uma circunstância injusta, indigna ou revoltante”

Conforme adiantou o Jornal Opção na última quinta-feira (7/7), o promotor mineiro Francisco de Assis Santiago, que atua no 2º Tribunal do Júri do Fórum de Lafayette, em Belo Horizonte (MG), decidiu denunciar à Justiça o cunhado da apresentadora Ana Hickmann, Gustavo Henrique Bello, pelo crime de homicídio.

Contrariando versão da polícia, o promotor acredita que Gustavo pode não ter agido em legítima defesa ao matar Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, autor de um atentado contra Ana, no Hotel Caesar Business, na capital mineira.

A Polícia Civil havia sugerido o arquivamento do inquerito contra o cunhado da apresentadora antes de enviar à Justiça. Mesmo assim, Gustavo passa a ser réu no caso com a denúncia do promotor.

Após denúncia, na manhã desta sexta-feira (8), como forma de protesto, Ana Hickmann, o marido dela, Alexandre Correia, e a cunhada Giovanna Oliveira postaram no Instagram uma mesma foto do verbete “indignação” com os significados da palavra de acordo com o dicionário. Confira:

Em entrevista ao Jornal Extra, Gustavo disse que pretende acompanhar o caso “com calma” com o auxílio do advogado de sua família. O cunhado de Ana Hickmann reafirmou que matou Rodrigo “porque foi necessário”.

“Estou tranquilo. Isso (a denúncia do MP) não me preocupa nem um pouco. A Justiça tem que cumprir o papel dela. Por conta da publicidade da história existe esse cunho exploratório. Você não pode fugir de uma realidade que existe. Ou morriam os três ou morria ele.”

Além de Gustavo, o advogado dele, Maurício Bemfica, afirmou que a defesa ainda não teve acesso à denúncia feita pelo promotor e não tem base para comentar a acusação contra o cunhado da apresentadora.

Do outro lado

Já o irmão de Rodrigo Augusto, Hélisson de Pádua, disse ao Jornal Extra na noite de quinta (7) que a notícia da denúncia contra o cunhado de Ana Hickmann deixou a família aliviada, com o sentimento de “um pouco de paz”.

“Nosso lado vai ser visto, porque só o lado da Ana Hickmann tinha sido visto até agora. Nosso sentimento nada mais é do que a falta do meu irmão. O que importa agora é que ele tenha paz e que minha família também tenha um pouco de paz. Agora é com a justiça dos homens”, afirmou Hélisson.

Caso

No dia 21 de maio, Ana Hickmann estava hospedada no Hotel Caesar Business, no bairro Belvedere, Região Centro-Sul de da capital mineira, quando Rodrigo Augusto entrou no quarto em que a apresentadora estava com a cunhada Giovana Oliveira e o marido da cunhada, Gustavo Correa, irmão de Ana.

Gustavo rendeu Rodrigo e disparou três vezes contra o rapaz que invadiu o quarto de Ana Hickmann. Antes de morrer, Rodrigo atirou algumas vezes, quando um desses tiros atingiu Giovana, que ficou dez dias internada e foi liberada do hospital em 2 de junho. (Com Augusto Diniz)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.