Ana Carla Abrão presta depoimento na CPI da Enel na próxima semana

“Vamos ouvi-la, porque foi titular quando foi feita a venda da Celg”, disse presidente da comissão, deputado estadual Henrique Arantes (PTB)

Ana Carla Abrão | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Na tarde desta terça-feira, 18, o deputado estadual e presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel, Henrique Arantes (PTB), anunciou que a ex-secretária da Fazenda do Estado Ana Carla Abrão deve ser a próxima a ser escutada pelos deputados.

“Vamos ouvi-la, porque foi titular quando foi feita a venda da Celg. Isso deve ocorrer na semana que vem, na terça, 25, ou na quinta, 27”, disse. Ana Carla foi secretária entre 2015 e 2016, quando tramitava o processo de venda da estatal, concluído somente em 2017.

Segundo ele, depois da oitiva com Ana Carla, a missão da CPI será a elaboração do relatório. O prazo legal, no entanto, estoura no fim do mês de junho. “Então vou pedir prorrogação por tempo indeterminado, porque esse prazo não é suficiente. E aí poderemos passar o recesso e, depois, continuar com os andamentos”, finalizou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.