Atual secretária da Fazenda de Goiás estava praticamente confirmada na pasta de Finanças do governo do prefeito eleito João Doria

A economista e secretária da Fazenda de Goiás, Ana Carla Abrão, antes praticamente confirmada a Secretaria de Finanças da Prefeitura de São Paulo no governo do prefeito eleito João Doria (PSDB), agora não mais assumirá o cargo.

[relacionadas artigos=”77709″]

A economista teria ligado para Doria dizendo que teria dificuldades em assumir a pasta por questões familiares. O tucano queria ter anunciado o nome de Ana Carla como chefe de Finanças ainda na última quinta-feira (27/10), quando comunicou os nomes que assumirão cinco pastas de seu governo, mas ainda nutre esperanças que Abrão mude de ideia.

Assumirão a partir do ano que vem, Júlio Semeghini na secretaria de Governo, o vice-prefeito Bruno Covas para as Prefeituras Regionais, Wilson Pollara na Saúde, Cid Torquato na Secretaria da Pessoa com Deficiência e Anderson Pomini na pasta de Negócios Jurídicos.

No entanto, o fato de ela não assumir a Fazenda não significa que permanecerá em Goiás. Segundo anunciado pelo governador Marconi Perillo (PSDB) nesta sexta-feira (28), Ana Carla aceitou o convite de Dória para presidir o Conselho de Gestão Fiscal da capital paulista. De qualquer forma, ela já havia dito que o acordo feito em 2014 era para permanecer por dois anos à frente da pasta e comandar o ajuste fiscal no Estado.