Amigos, produtores e cantores lamentam morte de Cristiano Araújo

Na porta do Hospital de Urgência de Goiânia, pessoas chegavam a todo o momento para descobrir mais informações sobre o triste fim do cantor

cristiano 3

Foto: Instagram/ Cristiano Araújo

“Uma perda lastimável para a música.” O empresário Rafael Vanucci andava de um lado para o outro, conversando com a imprensa, com funcionários do Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo), com a família do cantor Cristiano Araújo, consternado com a notícia que abalou Goiás e o Brasil. Na manhã desta quarta-feira (24/6), aos 29 anos, o cantor sertanejo morreu em um acidente de carro, junto com a namorada, Allana Coelho, de 19.

O acidente foi na BR-153, trecho entre Pontalina e Morrinhos. O jovem voltava de um show em Itumbiara. Ele e Allana foram arremessados para fora do carro. Ela morreu na hora. Já Cristiano, resistiu por algumas horas, mas chegou morto em Goiânia. “Hoje ele era referência na música sertaneja”, disse Vanucci, que é filho da cantora Vanusa.

Cristiano Araújo tinha 20 anos de carreira, mas assim como frisado pelo empresário, quatro anos de intenso crescimento que o colocou como destaque no segmento sertanejo no Brasil. Alguns cantores, como Thiago Brava e a dupla George Henrique e Rodrigo também foram ao hospital se encontrar com outros amigos de Cristiano.

Alguns fãs e curiosos não paravam de chegar ao Hugo, com o intuito de descobrir mais informações ou esperando a chegada de alguma figura ilustre. Eliana Maria dos Santos foi com a filha Isadora Barros, 21 anos, assim que ficou sabendo que o corpo do cantor estava lá. A mãe conta com orgulho a história de quando a filha conheceu Cristiano, em um show do David Guetta. “Ele foi tão humilde que quando a minha filha e a minha sobrinha pediram para tirar foto com ele, foi ele que agradeceu”, lembra a mulher.

Cantor Cristiano Araújo com fãs em show do David Guetta

Isadora Barros lembra de quando tirou foto com o cantor Cristiano Araújo em show do David Guetta | Foto: Isadora Barros

O cantor de 29 anos estava com sua equipe há 30 dias na estrada, cantando em festas de São João. Este ano, ele iria fazer uma turnê internacional, nos Estados Unidos da América (EUA). Este mês, estavam marcados mais nove shows com o famoso sertanejo. Todos os planos, frustrados nesta triste madrugada de quarta-feira.

Amigo de Cristiano, Luiz Henrique Neto também foi ao hospital, sem acreditar na notícia que havia recebido. “Ele era mais que meu amigo. Era meu ídolo.” Sem saber o que dizer, Luiz garante que “a ficha ainda não caiu.” O amigo do cantor lembra do caminho árduo percorrido, de shows em bares, até chegar onde chegou. “Fico lembrando das músicas que temos juntos [Simples Assim e Nem Pintada de Ouro]… Vão ficar sempre marcadas na minha cabeça, e eternizadas na voz dele.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.