Alysson Lima quer propor CPI dos preços dos combustíveis em Goiás

A intenção da Comissão seria investigar suposto alinhamento de preços praticados por postos de combustíveis no estado

Alysson Lima (Republicanos) | Foto: Fábio Costa / Jornal Opção

O deputado estadual Alysson Lima (Solidariedade) pretende avaliar possibilidade de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Assembleia Legislativa para investigar possível alinhamento de preços de combustíveis em Goiás. Para isso, precisa de pelo menos 14 assinaturas dos deputados.

Alysson afirma que a intenção da CPI seria aproveitar a onda de indignação da sociedade diante dos preços de combustíveis praticados no país e investigar um suposto alinhamento de preços no estado. Para ele, uma Comissão Parlamentar de Inquérito teria o ambiente ideal para dar visibilidade e investigar um possível cartel em ação em Goiás.

No entanto, o parlamentar quer que haja um consenso mínimo entre os deputados da base governista e da oposição, da qual ele faz parte, para que a CPI ganhe força. Ele acredita que quando há esse alinhamento entre base e oposição, a comissão tem maior poder de fogo e cita o exemplo da CPI dos Incentivos Fiscais, realizada em 2019.

Certa autonomia do estado de Goiás na produção sucroalcooleira é apontada por Alysson Lima para a abertura da CPI, pois, de acordo com ele, os preços praticados no estado não condizem com a produção do insumo.

“É uma briga que não quero comprar sozinho, é importante que a base esteja reunida com a oposição em torno disso.  Pois eu quero uma CPI que vingue na Assembleia.”, diz Alysson. “O alinhamento de preço continua, uma coisa muito clara e grave em Goiânia. Existe denúncias sérias que já foram investigadas pela Delegacia do Consumidor, do Procon, mas que não foram para frente”, aponta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.