Alysson Lima encabeça protesto “contra péssimo serviço” da Enel Goiás

Deputado acredita que a saída da Enel é a melhor opção para contornar a crise energética no Estado: “Teve três anos para mostrar serviço”

Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Pelas redes sociais, o deputado estadual Alysson Lima (Republicanos) organiza um protesto contra a Enel Goiás. O movimento prevê um panelaço e “dedo no interruptor”, com um acende e apaga das luzes para demonstrar a insatisfação dos goianos em relação aos serviços prestados pela empresa no Estado.

De acordo com o parlamentar, o protesto que está marcado para acontecer na segunda-feira, 18, às 20h, tem recebido apoio nas redes e via Whats App. “Tenho recebido um feedback muito bom. A ideia é simples mas acreditamos que vamos conseguir chamar a atenção da população para a pressão que estamos fazendo contra a  Enel”, explica Alysson.

“Nos últimos dias temos visto um clamor por melhorias, principalmente no interior. São vários pontos que ficaram críticos e esse protesto pode incomodar a empresa, que segue na zona de conforto até o momento”, explica o deputado. Ele diz ainda que o diretor da Enel Guilherme Lencastre esteve na CPI da Enel e disse que o planejamento da empresa é apresentar resultados em médio e longo prazo.

“Isso é muito vago, qual é o tempo, porque já estamos há três anos com a Enel e a empresa tem sido prejudicial ao povo goiano”, completa o parlamentar, ao defender que a solução para o problema deve ser a saída da empresa. “Não acho que existe outro caminho, a Enel já teve tempo de criar essa estrutura de convencimento em relação ao seu compromisso com o consumidor e em três anos não conseguiu ter credibilidade, nem mostrar serviço”, finaliza.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.