Alunos de Goiânia terão aulas de código do consumidor e educação financeira

Proposta foi aprovada em definitivo na Câmara Municipal de Goiânia nesta quinta-feira (30)

Vereador Delegado Eduardo Prado (PV), autor do projeto | Foto: Divulgação / Agência Câmara

Um projeto de lei, aprovado nesta quinta-feira (30), institui o ensino de educação financeira e o código de defesa do consumidor nas escolas da capital. A iniciativa será desenvolvida a partir da realização de palestras e atividades extracurriculares.

A proposta, de iniciativa do vereador Delegado Eduardo Prado (PV), tem por intuito a orientação dos alunos sobre os seus direitos básicos, o entendimento do Código de Defesa do Consumidor, ensino de consumo consciente e importância do planejamento financeiro familiar.

As escolas poderão fazer parceria com Universidades ou entidades com a OAB/GO e o Procon-GO e distribuir folders, flyers, cartilhas para ajudar a elucidação do tema. As palestras deverão ser  desenvolvidas nas escolas anualmente, na semana que compreenda o dia 15 de março, Dia Internacional do Consumidor.

Na justificativa do projeto, o vereador argumenta que a população é prejudicada por práticas lesivas, principalmente pela falta de informação dos seus direitos.

“Como se pode observar, a falta de instrução tanto jurídica quanto financeira nas relações de consumo provoca diversos transtornos no núcleo familiar e na sua qualidade de vida. Posto isso, se faz de suma importância que os jovens sejam estimulados desde cedo a um consumo consciente.” defende Eduardo Prado.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.