Aluna cega da rede pública de Goiás fica em 2º lugar em concurso nacional

Aluna do Colégio Estadual Jalles Machado, em Goianésia, Maria Vitória foi destaque; o aluno Gilberto, da mesma escola, ficou em terceiro

Vencedores do Concurso Internacional de Cartas dos Correios | Divulgação

A aluna Maria Vitória Gomes da Silva, do Colégio Estadual Jalles Machado, em Goianésia, ficou em segundo lugar na fase nacional do Concurso Internacional de Redação de Cartas 2017, realizado no Brasil pelos Correios. O aluno Gilberto Gonçalves Gomes Filho, da mesma escola, ficou em terceiro.

Vítima de um glaucoma, Maria Vitória é deficiente visual desde que nasceu e escreveu sua carta em braile e depois ditou, ela própria, o texto para transcrição, já que o regulamento exigia que a redação fosse manuscrita. A carta original foi enviada pela direção da escola à comissão julgadora do concurso.

A adolescente conta que decidiu participar do concurso por se sentir atraída pelo tema de 2017: “imagine que você é um assessor (a) do secretário-geral da ONU – qual o problema mundial que você o ajudaria a resolver em primeiro lugar e de que forma você o aconselharia para isso?”.

“A proposta deste ano foi muito interessante, pois me fez refletir bastante sobre determinados problemas mundiais. Percebi ali, também, uma forma de me tornar uma pessoa melhor ao me passar por uma personagem que vive uma realidade totalmente diferente da minha”, contou.

Colega de escola de Maria Vitória, Gilberto Gonçalves Gomes Filho já conquistou também diversas premiações importantes em Matemática, colecionando medalhas de bronze, prata e 2 de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), Menção Honrosa na Olimpíada de Matemática do Estado de Goiás (OMEG), medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Informática (OBI).

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.