“Aliança com governo está 99% certa e deve ser anunciada nas próximas horas”, diz Vanderlan

Ainda sem definição sobre a vice, PSB oficializou, nesta sexta-feira, candidatura de Vanderlan à Prefeitura de Goiânia  

Foto:Larissa Quixabeira/Jornal Opção

Foto:Larissa Quixabeira/Jornal Opção

O apoio da base do governador Marconi Perillo (PSDB) à candidatura de Vanderlan Cardoso (PSB) marcou a convenção pessebista, realizada nesta sexta-feira (5/7), no Clube Jaó, em Goiânia.

Em entrevista, antes de subir ao palco, o candidato disse estar animado em garantir “uma das maiores coligações da capital”. Vanderlan, que se reuniu na manhã desta sexta com o governador, definiu a conversa como “excelente” e garantiu que a aliança com os partidos da base está “encaminhada”. “A aliança está praticamente 99% certa e deve ser anunciada nas próximas horas”, afirmou.

Sobre a indicação à candidatura a vice, Vanderlan alegou que o nome ainda não foi definido e ainda será alvo de debate entre aliados. Após acordo com PSDB, a maior aposta é o vereador tucano Thiago Albernaz.

Ainda não se sabe oficialmente se PSD e PTB participarão do acordo, deixando para trás as pré-candidaturas de Francisco Júnior e Luiz Bittencourt. A cúpula dos partidos negam a articulação. Em entrevista, entretanto, a senadora Lúcia Vânia, presidente do PSB estadual, sinalizou que as articulações ainda não tiveram fim.

“Os interlocutores que mais se identificaram com as propostas de Vanderlan se aproximaram. Ele esteve com o governador hoje; conversamos amplamente; conversamos com todos os partidos que fazem aliança, tanto com o PSDB quanto com o PSD. Portanto, eu acredito que o caminho natural é uma aliança com esses partidos que se identificaram”, pontuou a senadora.

Questionado sobre preferência pelo alinhamento ao governo e não à oposição, Vanderlan declarou que as conversas com a base fluíram de melhor forma e seus interlocutores tiveram maior “habilidade de articulação”.

Durante entrevista, o candidato do PSB também comentou sobre o retorno do decano peemedebista Iris Rezende à disputal eleitoral, confirmada na última quinta-feira (4). “Não muda nada. Quem quiser escolher adversário, não pode disputar eleição”, frisou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.