O partido presidido por Joaquim Liminha vai fazer campanha para Marconi Perillo (PSDB) na disputa contra Iris Rezende (PMDB)

Ao contrário do que foi anunciado pelo PSB na manhã desta quinta-feira (9/10), o PSC, que apoiou Vanderlan Cardoso no primeiro turno ao governo do Estado, não vai permanecer neutro na segunda etapa das eleições. O partido presidido por Joaquim Liminha vai fazer campanha para Marconi Perillo (PSDB) na disputa contra Iris Rezende (PMDB).

[relacionadas artigos=”17521″]

De acordo com Liminha, a decisão vai em consonância ao que pediu a executiva nacional do partido, que vai se empenhar na eleição do também tucano Aécio Neves para a presidência. O anúncio oficial da aliança com o PSDB deve ser anunciada em uma entrevista coletiva na tarde desta sexta (10).

Na manhã de hoje, ao anunciar sua neutralidade, Vanderlan também declarou apoio a Aécio Neves. No entanto, ele garantiu que não vai subir em palanques junto a Marconi Perillo. Mesmo assim – alegando ser contrário ao voto nulo ou branco – ele ressaltou que vai conceder seu voto a um dos dois candidatos ao governo estadual no dia 26. “Vamos ver como vai ser a campanha”, disse.