Alexandre Frota processa ex-ministra de Dilma que o chamou de estuprador

Em ação, ator pede R$ 35 mil alegando que foi “humilhado” e que “passou mal” após as críticas de Eleonora Menicucci. Informações são do jornal “Folha de S. Paulo”

Reprodução

Reprodução

O ator Alexandre Frota está movendo uma ação de indenização contra a ex-ministra da Secretaria da Mulher no governo de Dilma Rousseff (PT), Eleonora Menicucci. O artista teria se sentido “humilhado” após ser chamado de estuprador por Eleonora. As informações são da colunista Mônica Bergamo, do jornal “Folha de S. Paulo”.

Segundo a coluna, na ação, Frota, que se define como um ator de “projeção no Brasil e no exterior”, pede o valor de R$ 35 mil para tentar compensar o “sentimento atroz” que teria sofrido após comentários da ex-ministra.

Em maio, Eleonora Menicucci criticou o ministro da Educação, Mendonça Filho, por receber o ator de filmes eróticos em uma audiência para que ele apresentasse sua proposta ao setor. Na ocasião, a ex-ministra disse que Frota já havia assumido publicamente ter praticado o crime de estupro.

Eleonora Menicucci se referia a uma participação de Frota no programa do humorista Rafinha Bastos, na Band. Na ocasião, Frota relatou que havia mantido relações sexuais não consentidas com uma mãe de santo. A história, garante o ator, não passou de uma “anedota em tom jocoso já esclarecida” e que “passou mal e se sentiu humilhado” por conta das críticas da ex-ministra.

Uma resposta para “Alexandre Frota processa ex-ministra de Dilma que o chamou de estuprador”

  1. Avatar Moacir Romeiro disse:

    Esse tal de Alexandre Frota é burro e asqueroso. A imprensa dá muita atenção a que essa coisa desprezível fala.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.