Alexandre Baldy justifica voto contra a denúncia de Temer: “Não sou a favor da impunidade”

Deputado federal do Podemos disse que afastamento de Michel Temer geraria instabilidade muito grande no país

O deputado federal Alexandre Baldy (Podemos) publicou um vídeo na noite da última sexta-feira (4/8) no qual justifica seu voto contra o prosseguimento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer (PMDB).

Segundo o deputado, a abertura de um processo e consequente afastamento do presidente por até 180 dias criaria uma instabilidade muito grande no País. “O fato de impedirmos a abertura deste processo agora é pela fragilidade da denúncia. Também não teríamos a certeza se o Supremo [Tribunal Federal] conseguiria avaliar processo nesse tempo para definir se ele retornaria ao cargo ou seria cassado definitivamente e então, teríamos a realização de uma eleição indireta, deixando o país em uma instabilidade econômica, política e social ainda maior”, explicou.

Ele ponderou ainda que a denúncia está arquivada e Temer poderá ser processado e julgado quando deixar a presidência. “Será analisado pela Justiça como qualquer brasileiro”.

“Tenho responsabilidade e coerência com meu País. Não sou a favor da impunidade. Quero que todos sejam processados e que a Justiça julgue quem é culpado e é inocente e que você, brasileiro, não pague essa conta com seu emprego, com mais impostos e com mais crise econômica e social”, acrescentou.

A polêmica votação no plenário da Câmara Federal na última quarta-feira (3/8) acabou com o arquivamento da denúncia até que Temer deixe a presidência. Baldy foi um dos doze parlamentares de Goiás que votaram para que a denúncia não prosseguisse. Quatro goianos votaram pelo afastamento do presidente e um deputado se ausentou da sessão.

4 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Julio Paschoal

Uma situação difícil penso que nenhuma denúncia pode deixar de ser apurada no tempo certo. Se com todas as denúncias foi aprovada a Reforma Trabalhista e está em curso a Previdenciária, não seria a apuração que impediria a aprovação da Reforma da Presidência. O Congresso tem maturidade suficiente para saber o que é bom e o que não é para o país independente de quem esteja na presidência..

Salvador rodrigues

Apoiado !!!

Moacir Romeiro

Não ganha meu voto. A população não esquecerá os nomes de quem votou a favor do bandido Têmer.

Salvador rodrigues

Acredito na justiça de Deus porque a dos homes é cheia de erros ,O deputado Alexandre balde votou contra a justiça e votou a favor da corrupção pra isso não. Existe justificativa , quem. Apoia corrupto não merece ser. Reeleito.

joao neto

Nada justifica esse ato canalha seu dep. Baldy .voce ,magda mofato Thiago Peixoto giusepe vechi marcos abrao e outros deveriam honrar o eleitor e não o seu partido do qual vocês são pau mandado.traidores corruptos do inferno .