Alego aprova em definitivo venda de ações da Saneago

Com pouca discussão nesta segunda etapa, a Casa aprovou abrir o capital. Governo espera arrecadar até R$ 1,3 bilhões

Plenário em dia de votação da venda de ações da Saneago | Foto: Eduardo Pinheiro/Jornal Opção

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) aprovou nesta quinta-feira, 7, a venda de 49% das ações da Saneago. A aprovação em definitivo contou com amplo apoio da Casa, com apenas oito votos declarados contrários.

Ao início da sessão a oposição tentou obstruir a votação, pedindo verificação de quórum. Apesar dos esforços, os 32 parlamentares presentes deram seguimento com debate mais contido.

Até a finalização da discussão, entretanto, parlamentares contrários ao projeto reclamavam sobre a porcentagem dos recursos destinados ao saneamento. Enquanto o projeto garante 30%, a oposição pedia pela totalidade investida no setor. Com o IPO, o Governo Estadual espera arrecadar cerca de R$ 1,3 bilhões.

Pontos polêmicos

No debate sobre a matéria, parlamentares e até mesmo funcionários da estatal reclamavam sobre a possível caracterização de privatização, tese duramente repreendida por favoráveis, já que os 51% restantes garantem controle da gestão pública.

Outros pontos reclamados, sobre possíveis aumento de tarifas e perda de postos de trabalho, também foram contestados. O líder do governo, deputado Bruno Peixoto (MDB) afirmou que, sendo a gestão do Estado, essas questões não estão no panorama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.