AirAsia: Indonésia expande buscas para encontrar vítimas e destroços

Autoridades informaram que vão expandir procuras para o Leste, pois há suspeita de que fortes correntes tenham levado partes do avião para essa área

Airbus decolou dia 28 de dezembro de Surabaia com destino a Cingapura | Foto: Laurent ERRERA/ Wikimedia Commons/ Fotos Públicas

Airbus decolou dia 28 de dezembro de Surabaia com destino a Cingapura | Foto: Laurent ERRERA/ Wikimedia Commons/ Fotos Públicas

Equipes de resgate expandiram nesta segunda-feira (5/1) as buscas no Mar de Java para encontrar os corpos e os destroços do voo 8501 da AirAsia, que acreditam ter se afastado devido ao mau tempo, o que tem dificultado as operações. Até o momento, apenas 34 corpos foram recuperados.

No nono dia dos trabalhos de resgate, as autoridades esperam que as condições atmosféricas permitam enviar mergulhadores para a área, onde grandes partes do Airbus foram detectadas.

O Airbus A320-200 da AirAsia, que decolou no dia 28 de dezembro da cidade indonésia de Surabaia com destino a Cingapura, onde deveria ter aterrissado cerca de duas horas depois, desapareceu no Mar de Java com 162 pessoas a bordo.

“Esperamos que o tempo esteja bom hoje e que os ROV [veículos subaquáticos operados a distância] e outros instrumentos possam ser utilizados e os nossos mergulhadores possam chegar ao solo oceânico”, disse o responsável pelas buscas S.B. Supriyadi, acrescentando que as autoridades esperam encontrar “todas as partes” do avião hoje.

“Ontem [domingo], quando os nossos mergulhadores desceram, a visibilidade era muito ruim”, explicou.

Supriyadi indicou que as buscas, que ocorrem com o apoio de vários países, vão expandir-se para o Leste, porque há a suspeita de que as fortes correntes tenham levado partes do avião para essa área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.